Você vai me deixar entrar?


Ele sussurra tão baixinho, tão docemente e tão suavemente; no silêncio de seu momento mais quebrado, envolvendo os braços, sempre muito gentil em torno de suas cicatrizes e feridas abertas .. Na preocupação íntima e cuidado para com você Ele fala diretamente para o seu quebrantamento. "Eu vou te amar por você, meu filho. Não pelo que você fez ou o que você vai se tornar .. Mas pelo que você é. Se você vir como você está, na necessidade e desejo de ser feita toda de novo. Eu não vou ficar para trás e ver você sofrer sem preparar o caminho para a sua vitória. Eu vou te amar por você. Meu precioso filho, eu vou tomar o seu quebrantamento e torná-lo bonito .. Mas me diga, você vai me deixar entrar? "

This entry was posted on quinta-feira, 30 de agosto de 2012. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply